A liberação das drogas resolveria os problemas relacionados ao uso e à dependência?

O acesso mais fácil às drogas tende a levar a um aumento do número de usuários experimentais e ocasionais, mas não dos dependentes. Ao contrário do que muitos pensam, as pessoas não vão se tornar dependentes de drogas somente por que elas estão mais disponíveis. Entretanto, seria ingênuo concluir que a simples liberação das drogas resolveria todo o problema. Se por um lado a diminuição da oferta não resolve a questão, por outro o aumento da oferta (liberação) não é capaz de diminuir por si só a dependência de drogas. A dependência se relaciona muito mais diretamente com os aspectos envolvidos no tipo de motivação que o indivíduo tem de consumir drogas do que com a disponibilidade dos produtos.

A experiência acumulada sobre o assunto mostra que posições mais liberais com relação às drogas permitem que o problema possa ser abordado de maneira mais eficaz. Por exemplo, em um ambiente familiar muito rígido e repressivo, um jovem teria bastante dificuldade em revelar que usa drogas e isso poderia agravar possíveis problemas correlatos já que não contaria com o apoio de familiares ou com a ajuda de profissionais.

 

Página Anterior || Próxima Página